A gente pensa diferente, a gente sente diferente…

Nós escolhemos a Suíça como nosso país do coração, onde vivemos e estamos felizes. E geralmente nos identificamos muito com a cultura daqui, também. Mas quando paramos pra pensar porque o nosso processo de adoção e o nosso relacionamento com a assistente social estão sendo tão difíceis, descobrimos algumas diferenças culturais profundas, que determinam nosso modo de ver as coisas, que determinam o que achamos certo e errado, arriscado ou seguro.

Os dois lados têm razão, e os dois lados têm seus motivos. O que buscamos é aprender com os dois, e idealmente encontrar o equilíbrio entre os dois.

Espero que gostem do vídeo de hoje!

Carinho, Carol.